Outra vez a falta de maturidade?

, 9 de Novembro de 2010 22:40

Com a justificação de uma suposta falta de maturidade de uma equipa construída desde há várias épocas pela mesma equipa técnica, mesma equipa dirigente e mesma equipa directiva, foi realizada uma revolução a nível da constituição do plantel para esta época, tendo sido contratados vários jogadores de maior idade, como Valdes, Maniche ou Evaldo, e tinha sido também contratado o experiente Pedro Mendes e efectivado novo contrato com Liedson.

Ao mesmo tempo, foram vendidos os dois jogadores mais valiosos da equipa e dos mais importantes, Moutinho e Veloso, que contabilizavam juntos cerca de 400 jogos na equipa principal, e foram dispensados Tonel e Caneira.

Na devida altura (ver aqui), levantei sérias dúvidas sobre esta estratégia.

Verificamos agora que, praticamente com trinta jogos realizados, entre particulares e oficiais, desde o início da época, a equipa não tem, nas palavras do seu treinador, a maturidade suficiente para manter uma vantagem de dois golos, em Alvalade, a um quarto de hora do fim do jogo, perante um actual concorrente directo na Liga.

A estratégia falhou.

Muitos crucificam o bode expiatório, o jogador Maniche.

Ontem não perdemos o jogo porque Maniche (jogador que supostamente deveria acrescentar experiência e maturidade à equipa, e que verá em breve o seu contrato automaticamente renovado, segundo se diz, para valores da ordem dos 1,5 M€ anuais – correspondem a mais de 6% dos «custos com pessoal» da época passada) teve uma atitude irreflectida.

Perdemos o jogo, isso sim, porque a equipa não teve capacidade para o controlar. Chamem-lhe falta de maturidade, eu chamo-lhe falta de competência, de treino, de definição de uma estratégia para a equipa, de um modelo de jogo, de uma estabilidade táctica, de os jogadores saberem o que fazer dentro do campo. Simplesmente o Sporting nunca pode perder aquele jogo naquelas condições, jogasse com 10, com 9 ou com 8 jogadores. As responsabilidades não são de um jogador só – afinal estávamos a ganhar por dois, não estávamos empatados ou a perder!

Os Sportinguistas reagem, naturalmente, colocando tudo em causa devido a uma derrota. Não concordo. Nem tudo está bem porque se ganha um jogo, nem tudo passa a estar mal porque se perdeu um jogo. Esta derrota acaba por ser mais um sintoma, cada vez mais frequente, do estado do nosso Clube. Da falta de estratégia que considero existir, desde que este Conselho Directivo e este Presidente do CA da SAD entrou em funções.

Como disse, nem tudo passa a estar mal porque perdemos este jogo. Considero, isso sim, que tudo já estava e continuaria a estar mal mesmo que tivéssemos ganho este jogo.

Saudações Leoninas.

6 Responses to “Outra vez a falta de maturidade?”

  1. Paulo Gonçalves diz:

    Subscrevo … e este tema é quente e deve estar em cima da mesa. O problema é que se ganharmos á Académica, as coisas passam logo a estar melhor! Os s+ocios e adeptos não devem perdoar a esta gente que já mostrou o que (não) vale.
    Quanto á falta de estratégia, bem…acho k esta existe, no entanto não contemplará certamente interesses desportivos como colocar o SCP como campeão nacional e mantê-lo nessa condição.

  2. diz:

    Tal e qual.

    Faço aqui um pedido ao sr. Paulo Pereira Cristóvão. Vamos pedir eleições antecipadas (o presidente disse que iria a votos se alguém aparecesse). Seja (novamente) o sr. a cara da revolução. Arrisque perder novamente (coisa que eu espero que não aconteça). Faça outra vez o esforço. Eu votarei em si tal como votei nas eleições passadas. Acredite que os verdadeiros sportinguistas apreciarão a sua atitude. Acredito que o resultado das últimas eleições o tenha desmoralizado e que o faça pensar “Não me meto mais nisto”. E tem toda a legitimidade para pensar assim. Mas faça o esforço. O Sporting depende disso.

    PORQUE, NESTE MOMENTO, QUEM VOTAR EM JOSÉ EDUARDO BETTENCOURT ESTARÁ A PRESTAR UM MAU SERVIÇO AO CLUBE INDEPENDENTEMENTE DE QUEM SEJA A ALTERNATIVA.

    Não vamos esperar por Messias pois ninguém se atreve a pegar no clube neste momento. A única alternativa é o senhor.

  3. Verdão diz:

    Caro Sá,

    Infelizmente não acredito que os associados estejam prontos para conceder a vitória a uma alternativa que por despeito ou teimosia insistem em não querer conhecer. Por exemplo, se existisse recolha de assinaturas que visasse a destituição da Direcção e se PPC se envolvesse directa ou indirectamente, logo seria acusado pelos mesmos de sempre de ser mau perdedor, não contribuir para a paz no clube ou de querer ter sede de poder e protagonismo (!)

    Neste cenário, a desastrosa gestão desportiva de JEB seria quase que ignorada e a campanha seria centrada num “deixem o homem trabalhar”. Da minha parte, é exactamente isso que deve acontecer, dar o máximo de espaço possível a JEB para terminar o seu mandato. É um sacrifício imenso mas se significar que a massa adepta que o segue consiga voltar à razão, não foi tempo perdido. O problema é que a teimosia é mais do que muita e isso traduz-se em votos.

    Abraço de Leão,
    Verdão

  4. moreno diz:

    Meus amigos e concorsios,
    Eu mesmo que ganhemos os proximos 5 jogos já percebi que será frutuito e não obra de um trabalho ponderado, extruturado e com futuro logo comigo estes não contam mais aliás já não contavam. Eu apoio claramente PPC pela coragem que demonstrou, percebo que agora digam que vem para ganhar protagonismo mas não me importa e digo mais dar tempo a estes que lá andam pode ser hipotecar ainda mais o futuro. Saiam já nem que fiquemos com um vazio directivo porque nesse caso podem surgir ideias agora como estamos o vazio já existe e está na cabeça de quem dirige. Ainda me lembro de Ericksson e de o pessoal se rir mas agora com Paulo Serginho só dá é para chorar. Não que seja a unica solução mas venha a que vier por mim pelo menos o beneficio da duvida eu dou.
    Saudações Leoninas,
    Moreno.

  5. diz:

    Caro Verdão,

    Compreendo perfeitamente o que disse mas se o sr. Cristóvão é a cara da oposição (não me interprete mal, pois na minha opinião é positivo haver oposição para que as pessoas não se acomodem aos lugares como acontece agora) acho que não se pode “esconder” numa altura tão crítica. Acredito que reuniria facilmente as 15.000 assinaturas tal como acredito que ganharia as eleições. Admiro a sua coragem de apresentar um corte profundo com a “linhagem”. Se o sr. Cristóvão surgir novamente, acredito que os sportinguistas verão isso como um acto de coragem e de inconformismo. Todos estamos à espera que apareça alguém e, na minha opinião, pelo projecto que apresentou nas eleições passadas, acredito que o senhor Cristóvão é aquele que melhor preparado está para assumir a direcção.

    Fica o apelo…

  6. ultra diz:

    JOAO ROCHA JR E A MELHOR SOLUÇAO PARA O NOSSO CLUBE E O UNICO QUE CONSEGUIRA UNIR TODOS OS SPORTINGUISTAS.

Leave a Reply

Panorama Theme by Themocracy